Sustentabilidade e diálogo, precisam-se!

A urgência na implementação destes princípios e conceitos têm vindo a ocupar cada vez mais espaço, mais tempo e envolvimento emocional no meu dia-a-dia. Vivemos uma época de paradoxo! Com o advento da tecnologia, pela primeira vez, uma pequena parte da Humanidade tem acesso quase ilimitado à informação disponível e pode comunicar em plenitude. Entretanto, a complexidade dos problemas, o fosso entre ricos e pobres aumentam, sem vislumbre de soluções.

O desenvolvimento sustentável das organizações e sociedades em geral resulta de um processo de aprendizagem e formação de uma consciência participativa, com o objectivo de criar um “modus vivendi” que faça sentido. Cito o projecto ELIAS*, “focalizado em plataformas regionais, que visam facilitar a inovação entre múltiplos intervenientes, de forma transversal. Unidos à volta de temas e problemas comuns, responsáveis governamentais, empresários e membros da sociedade civil partilham sensibilidades, aprofundam o seu conhecimento dos actuais sistemas, para descobrir e criar protótipos de novas ideias e oportunidades de colaboração…”

No micro universo da THE, uma agência especializada na organização de congressos, desde há alguns anos que temos vindo a desenvolver competências, inspirados pela nossa “campeã” Maria Manuel, no sentido de alertar consciências e implementar medidas para a organização de eventos sustentáveis, em conjunto com clientes e fornecedores.

Subscreve a nossa newsletter e recebe um ebook grátis:

Guia para a organização de eventos

Todas as organizações, sem excepção, deveriam promover este estatuto e assumir o compromisso de que, a médio e longo prazo, a meetings industry e o sector do turismo em geral liderem um modelo de desenvolvimento coerente e sustentável.

Como corolário deste movimento, pretendemos, conjuntamente com a Event Point, promover encontros regulares, ainda este ano, onde intervenientes do sector possam dialogar, sem agenda, sobre a resolução de problemas comuns, partilhar conhecimento e valores.

Um espaço onde o livre pensamento e a acção se envolvam em diálogo e criem alicerces para uma mudança colectiva. Fica aqui o convite, aberto à participação de todos os que acreditam que, através de diálogo(s), da capacidade de desenvolver o pensamento colectivo, um pequeno grupo de cidadãos pode contribuir de forma muito significativa para criar um Mundo melhor, a começar pelo sector.

A compreensão da dinâmica de forças presente nas relações humanas – vida pessoal, educação e cultura, negócios, e mesmo na política – é parte integrante desta equação difícil, mas essencial, que pretendemos continuar a abordar nos próximos artigos.

*ELIAS foi co-criado pelo Presencing Institute, o MIT CoLab e o MIT Leadership Center, em Cambridge, Massachusetts, EUA.

Artigo de Opinião publicado em Event Point 3, Abril 2012

circle cropped 4

Pedro Cardoso
O autor, dedica-se ao sector do Turismo desde 1982. Com formação em Gestão Hoteleira, foi quadro de cadeias hoteleiras, co-fundador e Director Executivo do Porto Convention Bureau, Consultor Hoteleiro, accionista e administrador de empresas de restauração e catering, Desde 2001, é Director da agência The House of Events, uma empresa especializada na organização de eventos associativos e corporativos e viagens temáticas.